Arquivo do mês: março 2011

A “corrida humana”

Um trocadilho intraduzível para o português é uma das melhores partes do filme “The Switch” (com Jennifer Anniston e  Jason Bateman, que no Brasil chamou-se “Coincidências do Amor”). No início do filme, o narrador e personagem principal tece comentários sobre … Continuar lendo

Publicado em Cinema, Poemas, contos e crônicas | 2 Comentários

O Futuro

A Física já aceita, de modo mais ou menos irrevogável, que o tempo é uma dimensão da matéria, tanto quanto as outras, com a notável diferença de que nele a matéria move-se de modo constante e unidirecional – sempre na … Continuar lendo

Publicado em Poemas, contos e crônicas | 3 Comentários

OBS…

Fiquei sem acessar e atualizar o blog por alguns dias … preciso então agradecer, em especial, os comentários de incentivo do post anterior (“Lissa”). Esse texto faz parte de algo um pouco mais pretensioso, que há um bom tempo pede … Continuar lendo

Publicado em Outras | 2 Comentários

Lissa

* este é um trecho do que se poderia chamar de um eterno rascunho… um capítulo de um livro tantas vezes revisado, adormecido em gavetas, que talvez algum dia venha à luz, feito sonhos pendurados em nuvens que esperam a … Continuar lendo

Publicado em Poemas, contos e crônicas | 10 Comentários

Lá e Depois

A frase “Viva depressa, morra jovem e deixe um cadáver bonito”, foi dita pelo personagem Nick Romano (vivido por John Derek), no filme O Crime Não Compensa, embora muitos acreditem que tenha sido dita por James Dean. Ela reflete uma … Continuar lendo

Publicado em Poemas, contos e crônicas | 2 Comentários

Apenas um chopp

O homem hesitou. Na verdade, ele estranharia esta frase: em primeiro lugar porque “homem” era um substantivo que jamais fora usado para descrevê-lo; no máximo “rapaz” ou “cara”. Em segundo lugar, porque “hesitar” era um verbo que não fazia parte … Continuar lendo

Publicado em Poemas, contos e crônicas | 2 Comentários