Quando tudo está dito e feito

 
   
 
Provavelmente poucos conhecem os nomes de Bjorn Ulvaeus e Benny Andersson, uma dupla de compositores suecos de música pop. Mas certamente conhecem o empreendimento musical mais bem sucedido de que fizeram parte – o quarteto sueco ABBA.  Bjorn e Benny eram as faces masculinas do quarteto, composto por dois casais (as vocalistas principais eram suas esposas Agnetha e Annifrid). Por conta da proposta do grupo, ambos sempre foram menosprezados como autores. Afinal, aquilo era apenas música para consumo rápido, composta sob encomenda para alcançar o topo dos charts e, naturalmente, ganhar muito dinheiro. Essa realidade só ficava pior com a estética exagerada que o grupo apresentava em seus anos iniciais (de acordo com o look dos anos 70, diga-se de passagem), e que com o passar do tempo converteu-se em ícone kitsch e propriedade cultural do movimento GLS.

Mas os suecos que escreviam em inglês talvez fossem mais que isso – embora a letra de suas canções pop dificilmente possa ser chamada de poesia, o modo como os temas ingênuos evoluíram para um intimismo doloroso nos últimos anos do grupo (quando ambos os casais enfrentaram divórcios tumultuados) é singular na história da música comercial.

Sim, no início dos anos 80 o ABBA não era mais composto de dois casais, mas sim de quatro ex-cônjuges. E as canções tolas (Mamma Mia, Waterloo, etc…) deram lugar a temas relacionados à família, divórcio e a desilusão dos anos 80. Dois casais que escrevem e cantam detalhes dos próprios divórcios, para todo o mundo ouvir, e não se esfaqueiam mutuamente? Só na Suécia. Provavelmente por conta de sua cultura escandinava, que os libertou da hipocrisia do show business anglo-americano, a expressão pessoal ganhou um cunho realmente autoral, diferenciado – o mais próximo de “arte” a que um grupo como o ABBA poderia chegar.

Pessoalmente, acho os dois últimos álbuns da banda muito interessantes. Uma das últimas canções gravadas pelo grupo é When All is Said and Done. A melodia grandiloquente e o ritmo leve e dançante (para os anos 80) escondem as sutilezas da letra:

Here’s to us one more toast and then well pay the bill / Deep inside both of us can feel the autumn chill / Birds of passage, you and me / We fly instinctively / When the Summer’s over and the dark clouds hide the sun / Neither you nor I’m to blame when all is said and done

In our lives we have walked some strange and lonely treks / Slightly worn but dignified and not too old for sex / Were still striving for the sky / No taste for humble pie / Thanks for all your generous love and thanks for all the fun / Neither you nor I’m to blame when all is said and done

Its so strange when youre down and lying on the floor / How you rise, shake your head, get up and ask for more / Clear-headed and open-eyed / With nothing left untried / Standing calmly at the crossroads, no desire to run / There’s no hurry any more when all is said and done / Standing calmly at the crossroads,no desire to run / There’s no hurry any more when all is said and done. 

 Acho a letra desta canção uma pérola… a mim, particularmente, tem muito a dizer. Assistindo ao clipe, http://www.youtube.com/watch?v=tUh4u-lYEhM , é impossível não sentir a autenticidade do que está sendo cantado. Com o filme Mamma Mia, descobri que há outras pessoas que gostam de ABBA e não participam da parada Gay, e que portanto podem ter interesse em comentários sobre duas outras canções do grupo: The Winner Takes It All e Slipping Through My Fingers. Mas fica para outro dia.

E para aqueles que ainda torcem o nariz para ABBA, por conta da associação com os GLS, não posso deixar de comentar que vocalista loira Agnetha era (juntamente com a Amy Irving) um dos meus símbolos sexuais pré-adolescentes. Aqueles collants justíssimos…

 
Anúncios
Esse post foi publicado em Música e marcado , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Quando tudo está dito e feito

  1. Pingback: Escapando entre meus dedos… | Polifonias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s